Entenda como reduzir custos com uma gestão empresarial eficiente

Jovem realizando a gestão empresarial de seu estabelecimento

Reduzir os custos do negócio passa por uma boa gestão empresarial. Para isso, é preciso conhecer técnicas de organização do empreendimento, liderança e identificação das oportunidades de melhorias. Neste conteúdo, confira dicas e ferramentas para uma gestão de sucesso.

Afinal, o que é gestão empresarial?

A gestão empresarial é fazer tudo para uma empresa funcionar bem. Isso significa planejar o futuro, organizar as tarefas do dia a dia, liderar a equipe e garantir que o dinheiro seja usado da melhor forma.

7 dicas de gestão empresarial para reduzir custos

Para obter sucesso, é preciso mais do que saber o que é gestão empresarial. É necessário colocar em prática ações que impactam positivamente o negócio. 

1. Mensure os gastos

Quer economizar? Comece entendendo para onde o dinheiro está indo. Mapeie cada centavo que sai do caixa, do aluguel ao cafezinho. Com essa análise, você identifica os gastos escondidos, aqueles que parecem pequenos, mas que fazem uma grande diferença no orçamento no fim do mês.

É importante saber exatamente os valores brutos e líquidos de todas as movimentações. Isso inclui os custos fixos (como folha de pagamento e uma média das contas de água e luz) e os custos variáveis (como manutenção e comissões de vendas). 

2. Pense a longo, médio e curto prazo

Para uma gestão empresarial eficiente, é preciso pensar nos impactos ao longo do tempo. No curto prazo, o foco está na operação do dia a dia e na solução dos problemas à medida que surgem. O objetivo é manter a operação funcionando sem interrupções.

A médio prazo, concentre-se em aprimorar continuamente o negócio. Então, ajuste as ações de marketing e adapte-se às mudanças do mercado. Avalie as tendências de compra e venda, revise as políticas de relacionamento com clientes e faça os ajustes necessários para manter a competitividade.

Já a longo prazo, a visão estratégica é fundamental. Planeje o crescimento da empresa, explore novos mercados e diversifique seus produtos e serviços. Ter uma visão clara do futuro permite tomar decisões mais assertivas e preparar a empresa para os desafios que virão.

3. Renegocie contratos

Uma boa gestão empresarial também exige um balanço constante dos contratos fechados. Nesse sentido, fazer uma renegociação com credores pode ser uma alternativa para controlar os dividendos.

Além disso, avalie as parcerias com os fornecedores. Muitas vezes, vale a pena investir tempo em uma pesquisa de mercado para encontrar as melhores ofertas e condições de pagamentos e prazos.

4. Automatize processos

Sabe aquela papelada que toma tempo e energia? Com a tecnologia, ela desaparece. Automatizar tarefas repetitivas e integrar sistemas também gera mais eficiência e ajuda na redução de custos e possíveis erros. Já os softwares de gestão e análise de dados são ideias na hora de tomar decisões.

Mas não para por aí! Ao investir em sistemas de monitoramento e manutenção preventiva, é possível evitar surpresas desagradáveis com equipamentos quebrados e gastos inesperados. Assim, a empresa funciona sem interrupções e com a produtividade lá em cima.

5. Invista na sua equipe

A rotatividade da equipe também impacta o orçamento. Nesse sentido, treinar novos talentos pode ser mais caro do que simplesmente reter seus melhores colaboradores, ajudando na redução de custo na empresa. Ainda, encontrar bons profissionais é demorado e também envolve gastos.

Então, invista em treinamentos constantes para desenvolver novas competências, eliminando a necessidade de demissão e contratação. Não esqueça de oferecer benefícios atraentes e ter uma boa comunicação para manter os bons funcionários.

6. Terceirize serviços

Ao terceirizar setores não prioritários, os recursos que seriam absorvidos pela contratação e folha de pagamento são liberados. Isso possibilita uma alocação mais inteligente deles.

A terceirização proporciona mais liberdade para cobrar resultados e exigir o cumprimento dos termos contratuais. Isso faz com que os gestores e profissionais de Recursos Humanos foquem a gestão e capacitação dos colaboradores essenciais para as atividades principais.

7. Organize o estoque

O controle do estoque é essencial para reduzir custos na empresa, evitando que o dinheiro fique parado em produtos que não vendem. Além disso, ajuda a diminuir gastos com armazenamento e perdas de produtos vencidos.

Observe também o espaço físico do estoque, que deve estar sempre organizado para facilitar a localização dos produtos pela equipe. Isso permite um atendimento mais ágil aos clientes.

Uma ótima dica é manter os itens mais próximos ao vencimento na parte da frente das prateleiras. Outro ponto importante é manter os produtos de limpeza e higiene separados dos demais. 

3 ferramentas de gestão empresarial

Homem fazendo a gestão empresarial de seu estabelecimento

As ferramentas de gestão auxiliam no planejamento e monitoramento financeiro, na análise de processos e na implementação de melhorias. Elas são simples de usar e trazem impactos positivos para o negócio. Conheça três essenciais!

1. Análise SWOT

Essa ferramenta de gestão empresarial é muito útil porque dá uma visão completa da empresa e do mercado. Ao identificar as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças da organização, ela ajuda a criar ações personalizadas para a realidade do estabelecimento.

2. Modelo Canvas

Essa ferramenta é um quadro onde o empresário destaca nove elementos-chave para a gestão de empresas. Ele se tornou popular, pois permite uma visualização dinâmica e geral do modelo de negócio, auxiliando no planejamento e na validação de estratégias.

Ele é como um mapa colaborativo que junta todo mundo para construir e examinar o empreendimento. É uma chance de trocar ideias, compartilhar visões e chegar a soluções ainda melhores.

3. Matriz RACI

Com essa ferramenta, fica mais fácil definir as responsabilidades dos membros da equipe de forma clara e eficiente. Ela ajuda a determinar quem é responsável por cada tarefa, quem aprova projetos e ações, quem fornece informações e quem precisa de atualizações sobre o progresso. 

A Matriz RACI é ótima para a organização dos processos internos, evitando que atividades sejam esquecidas. Desse modo, auxilia na manutenção de uma entrega de qualidade, prevenindo o desperdício de recursos.

Delly’s, a parceira ideal para a gestão de custos do seu estabelecimento

A gestão empresarial no ramo alimentício precisa contar com um parceiro confiável no fornecimento de insumos. A Delly’s é o maior distribuidor Food Service do Brasil, com entrega rápida para diferentes regiões, atendendo a mais de 180 mil clientes.

Confira toda a variedade de produtos para atender às suas necessidades. Compre pelo site ou pelo canal de atendimento 0800-212-4040 e garanta as melhores condições de pagamento para ajudar no seu planejamento financeiro.

Relacionados

Fininha, sequinha e crocante: essas são as principais características das melhores...
Reduzir os custos do negócio passa por uma boa gestão empresarial. Para...
As Olimpíadas 2024 estão chegando com diversas oportunidades para os estabelecimentos brasileiros. Com...
Guardanapo de papel é uma peça que pode ser usada para...

Deixe um comentário